Main Contents

Falar de Monty Python é chover no molhado

Por Marco Lopes em 2008

Foi em meados dos anos 90 que um dia, no segundo canal vi pela primeira vez os Monty Python. Um dia, por acidente, a horas indecentes como é hábito acontecer aos bons programas que passam na televisão, apanhei o Monty Python's Flying Circus, ou em português, Os Malucos do Circo Voador.

A minha primeira reacção, foi de "estranheza". Fiquei a olhar para a televisão, sem perceber se gostava daquilo ou não, mas não conseguia parar de ver. Episódio a episódio, todos os dias voltava a ver. Ao fim de pouco tempo, já era claro que de facto gostava do que ali se estava a passar, mas a minha forma de olhar para o humor, tinha sido modificada para sempre.

Quanto aos Monty Python em si, não há muito que se possa dizer que não seja já cliché, de tanto que já foi repetido. Se 39 anos depois da estreia de Monty Python's Flying Circus, os Monty Python ainda são uns comediantes de culto, o seu humor continua a surpreender e a angariar novos fãs, muitos com menos de metade da idade da série que os tornou famosos, não ficam dúvidas que quer se goste ou não, os Monty Python foram e são um marco na história da comédia.

YouTube Preview Image

Flying Lessons, é um dos meus sketchs preferidos, e por muitas vezes que o veja, rio-me sempre à gargalhada com as magníficas performances de Graham Chapman e Terry Jones, as escolhas perfeitas para interpretar os seus personagens. Cada um dos elementos do grupo, é/foi um excelente comediante com características distintas e a distribuição dos personagens por cada um deles é regra geral extremamente bem feita.

O humor pythoniano, conhecido por ser irreverente, inesperado, nonsense, por muitas vezes dispensar a punchline e por ser um dos predecessores do humor moderno, assume vários formatos. No sketch que se segue, ao contrário do que se passava no anterior, os níveis de nonsense vão aumentado, terminando num autênctico festival de loucura que ainda hoje consegue surpreender os mais desprevenidos.

YouTube Preview Image

Propositadamente, optei por colocar aqui sketches que, apesar de populares, não são os mais conhecidos dos Monty Python, como são exemplo o "Nobody Expects The Spanish Inquisition", "Dead Parrot", "Cheese Shop", ou o imortalizado por ter dado o nome aos mails não solicitados spam.

YouTube Preview Image

Outro sketch muito conhecido dos Monty Python, "Lumberjack Song", é muitas vezes encontrado separado do seu antecessor, o sketch "Homicidal Barber" que mostra um barbeiro com tendências homicidas e que sempre quis ser... um lenhador. Na minha opinião, separados estes sketches perdem muito, apesar de mesmo assim serem ambos excelentes. Aqui fica a versão completa.

YouTube Preview Image

Permalink | Enviar post por email Enviar post por email | Opiniões

Deixe o seu comentário


Feed